1 de fev de 2013

Não tenho mais nada a escrever. Artigo, romance, poesia, conto e crônica, perdi a vontade. Pelo menos momentaneamente. Uma pausa. Hora de avaliação das circunstâncias, talvez. Sinto a vida correr muito rapidamente. Provavelmente uma percepção de quem perdeu a mocidade há tempos. Neste blog só escrevo em momentos de absoluta ociosidade. Não tenho leitores ou censores, um privilégio de quem não deve nada a ninguém. É hora de dormir e quem sabe gerar novos sonhos para a vida real.

Um comentário:

Cafo... disse...

Tem leitores sim! :)