4 de abr de 2012

A LIÇÃO DA MENINA

Deve ter uns quinze anos. Numa redação disse que aos cinco anos fora abusada pelo marido da avó. Um dia o velho canalha morreu e ela pensou que estaria livre. Mas a mãe arrumou um namorado e ela foi novamente violentada; na época tinha onze anos. Olhou fixamente e me perguntou: "o que o senhor acha?" Meio sem saber o que dizer, balbuciei: "parabéns, você me parece muito bem, digo, em termos psicológicos". A adolescente sorriu e disse: "sim, os psicólogos ficam maravilhados comigo. É que procuro ver o lado bom das coisas". Ainda mais surpreso, perguntei: "mas o que você está vendo de bom nessa tragédia?". Abriu um sorriso de olhos e dentes, retrucou: "ora, eu poderia ter engravidado de um monstro e minha vida estaria arrasada."

Um comentário:

Patrick Gomes disse...

E tanta gente reclamando de sua má sorte ao se deparar com pequenos problemas...