30 de mar de 2011

HD

O cara da assistência técnica usa um tom de misericórdia. Meu disco rígido não é mais fabricado, quase uma acusação, penso. Ele me oferece um de... sei lá quanto! Gigante, é isso. Mas eu não preciso armazenar uma biblioteca, troco tantos bytes por mais espaço físico na minha casa. Os objetos são fabricados para ficarem obsoletos e, mesmo que sirvam, querem nos convencer de sua obsolescência. Se até as pessoas perdem a data de validade quanto mais as mercadorias! Aliás, tudo tem data de validade. Assim, mesmo que você não use ou coma, ou bemba, existe um prazo. Os sentidos - bons e velhos presentes da mãe natureza - os sentidos não são suficientes mais para garantir a qualidade de um produto e sim a etiqueta dos empresários. Bem, meu prazo por hoje esgotou. Vou dormir.

Nenhum comentário: