9 de nov de 2009

HERESIA

Pode parecer heresia, afinal sou carioca. Mas esse calor infernal me desagrada profundamente. Eu me sinto desestimulado e oprimido. O brilho do dia é ameaçador e as pessoas se refugiam como podem. E pagaremos um preço alto pela irresponsabilidade humana: o planeta Terra aos poucos vai se transformando em Vênus, uma grande fornalha. Não se trata de tom apocalíptico. Se antes o pessimismo era apenas comentário de ecologista chato, agora as alterações climáticas são sentidas na pele. Ouço a rádio Paradiso e nosso querido charlatão dispara a melodia: "um dia frio..." Ah, meu Deus! A preguiça, o calor dá preguiça! Aliás, dizia-se no passado racista que o povo tropical era preguiçoso por causa do clima. Acho melhor terminar por aqui - é a preguiça mesmo, gente.

Nenhum comentário: