16 de ago de 2009

TRECHO

"O topônimo América Latina é uma herança da França de Luís Napoleão, ao tempo em que uma suposta unidade lingüística justificava pretensões imperiais. É o motivo pelo qual Morse (1998) em seu clássico O Espelho de Próspero prefere Íbero-América como via distinta daquela trilhada pela Anglo-América, no sentido de evitar a generalização do termo América. Muito antes, Zweig nos alertava para as conseqüências e equívocos da utilização do nome e até hoje procuramos encontrar uma base comum ao subcontinente capaz de lhe fornecer identidade, o que significa dizer, um caminho comum."
É apenas um trecho.

Um comentário:

Aline disse...

Só um trecho...Rs...Já é alguma coisa e ainda economizo a passagem e uma possível gripe...Mas que isto é maldade...é!! Quero ler TUDO!!
Obs:...(em off)
bjs