16 de jun de 2009

O OUTONO E A PREGUIÇA

Ah! O outono... estação deliciosa. As melhores fotos e noites, um dia quente para viver e um frio gostoso para dormir. A expressão correta é: dias radiantes. Isso posto me espreguiço na cadeira e penso nas coisas a fazer. Lembrei-me não sei bem o motivo dos quase cem litros de canjica que se tornaram eternos na geladeira. Ah! O outono... O sol da tarde é uma carícia sobre a pele. O que eu tenho mesmo a fazer? Avisto sobre a mesa o vistoso - que coisa bacana: avisto e vistoso - como eu dizia: o livro que recebi de presente de aniversário do deputado Paulo César. Adoro livros. Ganhei dois: este que mencionei e outro do prof. Walter. Mas vamos deixar de preguiça, "A Máquina de Fazer Deuses" me espera...

2 comentários:

Jonatas Carvalho disse...

Bem, meu velho e bom orientador!! Não sei quando foi, mas feliz Aniversário!!!
Seu novo bolg ficou ótimo!!
Me visite...
histosofiaevida.blogspot.com
Abraços Jonatas

Aline disse...

Ruas de Outono

(Ana Carolina)


Nas ruas de outono
Os meus passos vão ficar
E todo abandono que eu sentia vai passar
As folhas pelo chão
Que um dia o vento vai levar
Meus olhos só verão que tudo poderá mudar

Eu voltei por entre as flores da estrada
Pra dizer que sem você não há mais nada
Quero ter você bem mais que perto
Com você eu sinto o céu aberto

Daria pra escrever um livro
Se eu fosse contar
Tudo que passei antes de te encontrar
Pego sua mão e peço pra me escutar
Seu olhar me diz que você quer me acompanhar...