13 de jun de 2009

ANIVERSÁRIO

Eu luto contra essa sensação estranha. Sei que não passa de convenção. O tempo é um acordo criado pelos homens. Eu sei. Mas a data do meu aniversário me provoca um quê de ansiedade. Eu me sinto muito bem, disposto como sempre, mas... É como no mito grego a Espada de Dâmocles. O anfitrião reuniu todos ao banquete e lhes pendia sobre as cabeças uma espada: para que todos tivessem a clara noção de que tempos bons são seguidos por outros tantos ruins - a felicidade não é para sempre. Enquanto a espada não cai, vou comemorando. Talvez a data de aniversário seja como o mito, no estilo "aproveite enquanto ainda lhe resta tempo". O tempo me fascina, me domina e muitas vezes me deprime. Sempre que perguntam sobre a minha "formação" acadêmica, gostaria de responder: sou um historiador da alma e lido com a perplexidade da condição humana. Mas por hoje, gostaria apenas de desejar a mim mesmo um feliz aniversário amanhã...

Um comentário:

xadrezlivre3g disse...

Parabéns Mestre!
Hoje também comungo de uma sensação parecida.
É a minha 35ª volta completa no entorno do sol...
Anderson