30 de mar de 2009

O SORRISO DO MÉDICO

Eu sabia. Ele me perguntou o que havia, deu um sorriso amistoso, anotou no receituário umas solicitações de exame e em menos de 10 minutos lá se foram R$ 100,00. A isto se chama consulta médica. Não vou ao médico como um mero paciente, afinal ninguém conhece meu corpo melhor do que eu. Eles detestam os esclarecidos, que podem representar uma ameaça ao seu domínio. Não posso generalizar, existem bons médicos, claro. Mas a situação está calamitosa. Afirmo que o melhor remédio é a prevenção, mas o mundo moderno é cheio de tentações. São muitas delícias de chocolate e leite condensado, e os salgados, assados e cozidos? Não respiramos adequadamente, a água está contaminada e não vou continuar com uma lista que não tem fim: a de agressões ao nosso organismo. As recomendações são igualmente conhecidas, exercícios e alimentação equilibrada. Mas não é fácil fugir dos agrotóxicos ou dos acidulantes e aromatizantes. Cada um deve procurar sua receita e conhecer melhor seu próprio corpo.

Um comentário:

Aline disse...

É meu caro João...a eterna dicotomia ...
Vai de RC...

Vivo condenado a fazer o que não quero
Então bem comportado às vezes eu me desespero
Se faço alguma coisa sempre alguém vem me dizer
Que isso ou aquilo não se deve fazer

Restam meus botões...
Já não sei mais o que é certo
E como vou saber
O que eu devo fazer
Que culpa tenho eu
Me diga amigo meu
Será que tudo o que eu gosto
É ilegal, é imoral ou engorda

Há muito me perdi entre mil filosofias
Virei homem calado e até desconfiado
Procuro andar direito e ter os pés no chão
Mas certas coisas sempre me chamam atenção

Cá com meus botões...
Bolas eu não sou de ferro
Paro pra pensar
Mas não posso mudar
Que culpa tenho eu
Me diga amigo meu
Será que tudo que eu gosto
É ilegal, é imoral ou engorda

Se eu conheço alguém num encontro casual
E tudo anda bem, num bate papo informal
Uma noite quente sugere desfrutar
Do meu terraço, a vista de frente pro mar
Mas a noite é uma criança
Delícias no café da manhã

Então o que fazer
Já não quero mais saber
Se como alguma coisa
Que não devo comer
Se tudo que eu gosto
É ilegal, é imoral ou engorda
Se tudo que eu gosto
É ilegal, é imoral ou engorda
Será que tudo que eu gosto
É ilegal, é imoral ou engorda...

bjs