18 de mar de 2011

TRÂNSITO

Qualidade de vida é fundamental. Ainda penso nas horas de engarrafamento que enfrentei um dia desses. Há pessoas que experimentam o pesadelo do trânsito diariamente. Considerando que a vida é curta, é uma verdadeira lástima o desperdício de tempo precioso com algo tão inútil. E todos querem ter seu carro, então, simplesmente as estradas se tornam pequenas. É um estilo de vida suicida: privilegiar o privado no lugar do público. Mas os transportes de massa são insuficientes, precários, desconfortáveis, todos que podem querem ir para o trabalho de carro. A via crucis atinge a todos igualmente, ricos e pobres, democraticamente parados em filas imensas de carros e ônibus. Do ziguezague das motos, da correria dos pedestres, do barulho das ambulâncias, o sujeito se protege com as janelas fechadas, ar condicionado ligado, rádio e... muita paciência!

Nenhum comentário: