22 de fev de 2011

AS MÍDIAS

Primeiro foi o caso da senhora de 192 quilos. Ela aguarda ser removida de uma unidade médica que não tem recursos para atendê-la. A filha narrou o dramático problema. Depois foi o caso do garoto abandonado pelos pais. A assistente social fez um apelo dramático. O menino já perdeu um olho e pode perder outro caso não tenha tratamento especializado. O locutor apelou aos ouvintes. Logo após várias ligações surgiram oferecendo ajuda. É a solidariedade humana nas mídias. Os críticos destacam o caráter manipulador e popularesco desses veículos. A alienação e a demagogia de fato convivem, mas também há um lado bom a ser destacado. Só quem está no sufoco sabe o quanto uma ajuda é bem vinda...

Nenhum comentário: