21 de nov de 2010

TRÁGICO

Eu me recordo do rapaz. Um tanto infantil, mas o tempo passa e soube que ele está casado. Então, me disseram que sua esposa foi estuprada essa semana. Um minuto de silêncio. Não a conheço, pouco importa se é uma desconhecida ou não. A revolta foi instantânea. Sou completamente contrário à violência. Sei das influências da sociedade e das diferentes patologias que transformam homens em monstros. É muito fácil ser comedido quando o problema não é diretamente nosso. Imagino a dor desta família de jovens e espero que não haja qualquer sequela, pois há um boato de que o maníaco estaria contaminado com o vírus da AIDS. Ele percorre as ruas de motocicleta e já estuprou outras jovens. Sinceramente? Espero logo que o tirem de circulação e não ficaria nem um pouco triste se fosse da forma mais dura possível...

3 comentários:

Cafo... disse...

Monstros devem ser tratados como tal...e não me venham falar dos tais "direitos humanos" quando se referem aos crimes de violência sexual...
O Rio vive um clima de guerra! Ontem entrava na Linha Vermelha, quando os carros começaram a voltar na contramão...pânico total! Era mais um arrastão, com a queima de carros e o fuzilamento de um veículo da aeronáutica...Voltei para avenida Brasil e assisti no noticiário o que por pouco não senti na pele!! Estamos em estado de alerta...24horas...

Elaine Mendes disse...

Me faltam as palavras diante de tamanha revolta. Onde vamos parar?

Primendonça disse...

Sobre isso, seria vago dizer que tento preferir não reagir com o mesmo ódio que adoece e que move essas mesmas pessoas cruéis... No entanto, é IMPOSSÍVEL ser indiferente a tanta crueldade... Num futuro distante, um mundo melhor... Será utopia? Por que não perco as minhas esperanças??? Se todos querem, o que nos falta fazer acontecer???