10 de out de 2010

A PEÇA

A peça Recordar é viver é um bom espetáculo. Pouco badalada, público discreto, mas garante bons momentos de riso e reflexão. O elenco encabeçado por Sérgio Britto e Suely Franco dispensa apresentações. O enredo é muito bem elaborado, existem boas sinopses por aí e não sou comentarista de jornal. Destaco, porém, a trama subjacente ao texto: a morte de uma família. Quando o passado se torna mais forte que o presente e o substitui. A imagem que me passa é de poeira, decadência e morte.

Nenhum comentário: