9 de jul de 2010

ESPETÁCULO

O assunto da semana. Bruno. Lembro-me de dois conceitos fundamentais: sociedade do espetáculo e esfera pública. Se adicionarmos as novas tecnologias de informação temos um palco. As pessoas ficam indignadas pelo crime e também por outras razões. "Um cara que ganha tanto dinheiro, dava uma pensão e se livrava dela", bradou o advogado que ouvi comentando o assunto. "Ele não se arrependeu", ou, "Sujeito arrogante só porque é do Flamengo". Os comentários são muitos e as piadas macabras encerram o ciclo, quando o assunto se torna saturado. Ninguém percebe o teatro, que estamos num teatro, a teatralizar. A sociedade produz heróis e também produz monstros, faz parte do processo ou do show. Ser frio é essencial numa guerra ou numa partida de tênis, mas no dia-a-dia o choro obtém melhores resultados. Enquanto os chacais correm em busca de um novo detalhe capaz de render mais e mais o assunto, outros tantos perdem tempo em especulações sobre a natureza humana.

Nenhum comentário: