16 de abr de 2010

O FIM DO MUNDO

Nova bateria de exames. O rapaz zarolho preparou dois baldes para o sangue. Destilei meu mau humor sobre a médica, após duas horas de espera. Ela naõ reagiu; já vi House suficiente para saber como lidar com essa gente. Daqui a pouco me refestelo no sofá e, com uma grande travessa de chocolates, ainda da Páscoa, vou esperar o mundo acabar e feliz. Ligarei a tv para mais um episódio de House. Já tenho todas as temporadas, dá para aguardar o novo furacão, chuva ou erupção vulcânica, tranquilamente. Dra. Cuddy me enviou ontem à tarde um novo email, parece não ter gostado muito de ter sido mencionada aqui. No seriado, todos mentem e são infelizes. É uma forma simples de ver a vida e não ter decepções: todos mentem. No email, a doutora concorda com o fato de todos mentirem e aí resolve cometer o aristotélico erro de se excluir do todo. Eu devia ter colocado o seu nome real, não haveria qualquer problema, praticamente não tenho leitores. O blog anterior se chamava Gatos Pingados. O único problema de fato é que se declinasse o nome estaria contando uma verdade...

Nenhum comentário: