17 de fev de 2010

PÓS-CARNAVALESCAS

Eu subi a trilha enchendo meus pulmões de energia vital. Cada detalhe eu procurava sentir e não simplesmente olhar. Na mata eu encontro as origens. A folhagem se tornava espessa e as criaturas fugidias. A copa da embaúba se destacava num declive, quase fiz uma reverência. E a trilha se prolongava para além do fôlego comum...
Voltei. Nem Fluminense, nem Portela - minhas paixões populares ficaram mais uma vez a meio caminho. O calor infernal continua; tal e tal... aos poucos fico sabendo das notícias e não há novidades. As picadas das mutucas ainda coçam, tanto que fico quase feliz em rever os pernilongos. Fiquei impressionado com o ressurgimento do carnaval de rua do Rio, números avassaladores, como os 1,5 milhão de seguidores do Bola Preta. Haja banheiro químico! O Botafogo faz agora o segundo gol, inseri algumas fotos no orkut, do carnaval, e vou ver o resto do jogo...

Um comentário:

MM disse...

Voltei do hospício! Foi uma ótima estada e consegui me divertir sem maiores riscos. O melhor de tudo foi que no meio da balbúrdia encontrei meu guru. Chamou-me num canto pra conversar e perguntou sobre minha vida. – Vou bem. Obrigada! Existem pessoas tão intensas que fazem parecer diferente aquilo que se diz comumente. Ao se despedir me encarou e disse: NÃO PERCA O FOCO!