5 de jan de 2010

SOU INOCENTE

Desta vez sou inocente. Agora percebi o mal entendido. Antes, um esclarecimento. Dificilmente leio as postagens antigas, nunca respondo a quem insere comentários, somente em casos excepcionais, como esse. Hoje de manhã até comentei minha intenção de acabar com msn, orkut e o blog. Somente não o faço porque eventualmente conheço gente interessante ou me comunico rapidamente por essas vias, enfim. No blog há sempre poucos comentários. Recebo algumas opiniões do Rápidas e Sorrateiras por depoimento no orkut ou então por email. Poucas pessoas gostam de escrever, muitas escrevem mal, não sabem ou têm vergonha. Raramente aparece alguém novo e foi com surpresa que li o comentário de MM - vou chamar assim por causa do confeito. Então, li o comentário de MM e hoje então fui ler suas observações anteriores - todas muito delicadas e interessantes. Dei-me conta - e foi agora - de que ela supõe que eu teria cometido a descortesia de destinar minha última postagem aos seus escritos. Bem, não sou grosseiro com quem merece, quanto mais com alguém que me brinda com inteligência, algo raro nas pradarias virtuais...

2 comentários:

Maria disse...

Tenho uma amiga colombiana, Alejandra, por quem nutro grande afeto. Sempre que conversamos sobre qualquer assunto e dentro de qualquer contexto ela consegue inserir de uma forma bastante lógica a frase: “Las cosas cambian, Maria.”. Não imagino outra pessoa dizendo isso, e ainda que o fizessem, seria a voz de Alejandra, com seu lindo acento castelhano que escutaria.
Ela tem razão! As coisas mudam de figura a todo o momento e por vezes numa velocidade difícil de acompanhar. É bom que seja assim, contudo é preciso está atento!
“Mea culpa, mea culpa, mea maxima culpa.”. E sinto alguma coisa diferente em mim que vem de uma culpa que não me incomoda. Nem todos os erros são nocivos. Pode me chamar de MM. !Me encanta!! Me gusta mucho! E num piscar de olhos me leva as minhas mais tenras lembranças de criança aos meus mais recônditos desejos de mulher.

Cafo... disse...

Eu vim defendê-lo, mas parece que não vai precisar... rsrs... tudo ficou bem! E para quem chegou agora: Ele é o máximo! Um profissional dedicado, um homem sensível e um ser humano especial. Meu mestre para sempre...bjs. :)