24 de dez de 2009

LUNAR E AVATAR

Li na revista Superinteressante análises sobre dois filmes de ficção: Lunar e Avatar. Elogiava a criatividade do primeiro, realizado com orçamento modesto e pouca receptividade popular. No Brasil não há previsão para o seu lançamento. E o crítico foi reticente com Avatar, destacando os efeitos especiais e o orçamento milionário. Eu vi os dois. Tento ser mais receptivo e menos exigente, pois todo aquele que já viu muito filme tem sempre uma sensação déjà vu. E assim nenhum filme é novo, criativo ou capaz de surpreender. Neste sentido, os dois filmes não têm nada de novo e acho mesmo uma injustiça compará-los. Lunar acho apenas mais um filme, digno de "sessão da tarde" e olhe lá! Avatar não. Merece ser visto, principalmente pelos mais jovens. O filme tem ação, romance, um bom enredo - tudo na dose certa. Não é extraordinário, não seduz os críticos, não inova, mas deve ser visto. Cinema é diversão. Avatar diverte e é uma bela condenação às insanidades humanas...

Um comentário:

Rute disse...

Acredito que opiniões diferentes devam ser respeitadas. Vi Lunar hoje e gostei. o filme é intrigante no começo e mexe com quem assiste. É possível que muitas pessoas não tenham gostado pois Hollywood hoje em dia dá uma preferência muito grande em colocar armas em filmes, e isso não aconteceu com esse filme. Sinceramente, Lunar provou que não é preciso ter orçamentos milionários para se fazer um bom filme.
Infelizmente ainda não assisti Avatar, então não posso escrever nada sobre ele.