21 de dez de 2009

A FILHA DO DEMÔNIO

Eles trabalham rapidamente. O Demônio enviou a tentação. Fácil e sedutora. Bastava dizer sim. E Deus enviou o anjo com um saquinho de chocolates. A boa vontade em ouvir. O estímulo e a palavra amiga. Uma pergunta consistente: por que? Se eu tivesse respostas não seria um místico. De posse da solução não precisaria sofrer ou endossar os carmas, seria tudo mais fácil. O Demônio perdeu. Eu sempre sigo o coração, mesmo quando ele erra. Felizmente não preciso provar nada a ninguém. E assim, agir em sintonia com a alma é o mínimo que um místico pode fazer. Eu me comovi com a gentileza do anjo enviado por Deus. Existe gente boa no mundo, acredito nisso. Mas o pior o Demônio ainda não sabe, estou de olho em sua filha. Vou colocá-la no caminho do bem. Amarrar a Demoniazinha no poste e entorpecê-la com as orações a S. James...

Nenhum comentário: