17 de out de 2009

DEPRESSÃO

A depressão pode ter muitas causas. Lembro-me da senhora que se escondia num quarto escuro. Por coincidência ouvi no rádio um psicólogo dizer que a pior coisa para a depressão são os conselhos dos amigos. "Leve o cachorro a passear", "Vá se divertir" - as pessoas não entendem o que seja a depresão. Gosto de pensá-la em termos de combate entre Eros e Tanatos - no sentido bem clássico da teoria freudiana. As forças da criação e as forças da destruição em luta aberta e infinita. O corpo diariamente experimenta a vida e a morte, silenciosamente. Basta as coisas não darem certo e muitas vezes sem qualquer sentido ou aviso - pronto, lá veio a depressão! E só existe um meio de combater a depressão - remédio tão louvado por místicos de todos os tempos. O elemento principal de sua fórmula anda escasso, talvez porque as forças da destruição estejam vencendo, não sei ao certo. A única forma de se combater a depressão é pela força do amor. Aquele amor dos filmes épicos e das músicas comoventes, estímulo capaz de transformar o mundo e as pessoas, mas que anda adormecido nas práticas do dia-a-dia. O amor é uma dádiva capaz de acender as forças de criação e assim mitigar o alcance da desagregação e da morte. Talvez seja a expressão mais sublime de Eros... não, eu não estou falando apenas de metafísica. Certamente, há quem me entenda, mesmo nesse mundo mercantilizado. Sem amor a depressão é um poço cuja profundidade pouco importa, pois a distância entre o inferno e a vida é de apenas um suspiro...

3 comentários:

Lice disse...

Puxa,faço minhas as suas palavras...Quem passa por isso ou já passou por depressão,sabe que uma das principais causas é a falta de "amor verdadeiro".O amor é o único remédio capaz de combater esse mal.
Adorei sua colocação.Mas uma vez,meus parabésn pelo tema...Bjs!

Aline disse...

Depressão e amor...doença e cura?
Entender o que é a depressão só passando por ela. Quanto ao amor...eta sentimento que muita gente confunde! Como dizia minha avó: "Coração é terra que ninguém pisa". Sentimentos e sofrimentos cada um sabe dos seus e nestas horas os amigos e os médicos são importantes, mas não no sentido de "mostrar o caminho certo" e sim um suporte para atravessá-lo. Você está certo quanto ao amor ser uma dádiva: É cura para as tormentas da alma...

Mari disse...

Muito interessante essa postagem.
Gostei muito!