4 de ago de 2009

ESCREVO

Escrevo. A tese vai e a resenha também. Depois quero terminar um livro de ficção pendente, talvez o último deste gênero. Tenho que vencer o desânimo e as dores - do corpo e da alma. Leio alguns livros, mas gostaria de destacar as crônicas de Carlos Fuentes. Realmente existe algo comum entre os latinos, ainda que não seja o sonho bolivariano. Ouço agora o jornalista falar de suas férias na Califórnia. Interessante, eu me regozijo de minhas pequenas aventuras, mas como estão distantes da minha realidade Tóquio, Califórnia, enfim. Toda vez que escrevo no blog significa uma pausa que dou nos meus estudos "sérios". O tempo lá fora mudou. Não venta. Um dia de poucas novidades.

Um comentário:

Aline disse...

Escreva. Tudo que escreve é sério. A tese vai, e com ela muitas possibilidades: o que foi, o que é, e o que vai ser. O tempo não mudou, talvez você esteja mudando...a ventania está no seu interior...Deixo um outro Carlos..."Tenho apenas duas mãos e o sentimento do mundo".