9 de jul de 2009

O BEM-TE-VI, O LOBO E O MINGAU

"O amor doente é quase um suícidio", ouvi essa frase de tarde e prometi à dona que iria reproduzi-la. Eu falava de karma e vou lhes confessar, que privilégio esse de estar vivo. Vou colhendo frases e pessoas, pessoas tão belas quanto o mais belo bem-te-vi. Pessoas com problemas e dilemas - eu só posso dizer a elas: Osho! Leiam e se libertem o quanto antes dos seus egos doentios. Voem! E voem tanto quanto a imaginação do bem-te-vi, que da sua gaiola encantada, bate suas asinhas nas teclas do msn. No meio de tanta infelicidade, de tanta doença da mente, eu não me deprimi. Eu resisti ao jornal nacional. Recebi um email idiota agora a pouco e não perdi a linha. Eu resisti ao lobo do romance da mongólia. Eu enfrentei uma faxina desumana hoje em minha casinha. E, melhor que tudo, mais importante que tudo, sobretudo... eu consegui fazer o mingau de aveia, com direito a pozinho e tudo... canela, certo? Entre bem-te-vis, borboletas e lobos da manchúria, aqui estou eu comendo tranquilamente meu mingau de aveia...

6 comentários:

Soraya disse...

Heeee!!! Foi um jogo duro, a aveia ria e cantava vitória antes do tempo, mas o buda não desiste e ganha a partida...rs

Patrick Gomes disse...

Sábias palavras mestre!
Me lembrou que tenho que ir à praia este fim de semana!

Anônimo disse...

As gaiolas encantadas são mesmo mto difíceis de serem quebradas... ainda mais quando o bem te vi se assemelha muito a borboleta amarela... ai, baby, nem o Osho pode ajudá-lo!
Faz muito bem em não se deprimir e parabéns pelo mingau rsrsrsr

Patrícia disse...

:)
Em Algum Lugar do Tempo.

Aline disse...

A vida talvez seja tão simples quanto um mingau de aveia...é só ter paciência e saber a hora de saborear...Você é dragão e não se rende fácil...
"O amor é o fenômeno mais mutante da vida: é como uma flor que se abre a cada manhã. Só os independentes podem amar e ser amados.
(...)Todo caso de amor é um novo nascimento. O ego é como a escuridão, mas quando chega a luz do amor, a escuridão se vai. As escolhas devem ser pelo real, pior e doloroso e não pelo confortável, conveniente e burguês". (Osho)

Anderson disse...

Ontem, ao fim do dia, eu queria encontrar aquele armário que nos leva ao mundo de Nárnia.
Ou então, uma espaçonave, para passear pela via láctea.
Ou mesmo um beijo apaixonado.
Deus é muito sacana.
Somente rindo desta vida é que podemos sobreviver enquanto queimamos neste inv(f)erno.