5 de jul de 2009

DOMINGO DE CINZAS

Lixo e gente empilhada. Um clima tenso e de pouca beleza. É estarrecedor andar nas ruas do centro do Rio e bairros adjacentes - o caos urbano em muitos anos de incompetência administrativa. O comércio fechado e umas poucas pessoas que cumprem compromissos. Um domingo cinzento. Os guardadores de carro parecem ameaçadores, abelhas africanas em meio aos carros. Encontrei uma casa de massas e fiquei ali como único cliente. Na tv a Turma do Didi - quase engasguei, isso ainda existe. Paguei a conta salgada e me sentei no meio fio. A Revista de Domingo trazia uma reportagem com Erasmo Carlos. É triste só falar do passado, pior ainda é não ter sequer um para falar...

Nenhum comentário: