20 de mai de 2009

CONCURSOS

O município de Rio das Ostras recebeu no ano passado milhares de visitantes especiais. Eram candidatos aos muitos cargos do concurso municipal, todos embalados pelo sonho de estabilidade. Eles investiram tempo e dinheiro, sem contar a perda de um belo domingo de sol.
Até agora não há resultado. A empresa organizadora - Furj - e a prefeitura não se entendem, como é possível observar pela troca de alfinetadas nos respectivos sites. O desentendimento foi parar nos tribunais e a Furj foi intimada a entregar os comprovantes de títulos. A prefeitura vai anunciar os resultados após a conferência da documentação, mas a interferência não lança suspeição sobre o processo? Qual o motivo do desentendimento? Por que tanta demora?
É no mínimo uma grande falta de respeito aos candidatos. E mais: este episódio é provavelmente a ponta de um iceberg. É uma indústria de concursos que envolve muita gente - dinheiro (muito, que não sabemos para onde vai), sonhos, apostilas, cursinhos, anúncios, enfim, uma engrenagem que precisa ser investigada. Com a palavra, a imprensa.

Um comentário:

Patrick Gomes disse...

To apreensivo cara!