25 de nov de 2008

ESCRAVIZADOS E LIVRES

Marcelo Badaró, historiador de ponta, lançou ontem seu livro Escravizados e Livres no auditório da Uva, em Cabo Frio. Dá gosto assistir a exposição de um intelectual maduro, no auge de sua capacidade intelectual. Seu livro é representativo dos novos ares da pesquisa em ciências humanas, criados pelas transformações sociais contemporâneas e da quebra dos paradigmas tradicionais. Pois bem: o eminente historiador saiu de Niterói, num ônibus da 1001, simplesmente para compartilhar seus conhecimentos, uma vez que não recebeu qualquer pro-labore pela atividade. O público, porém, foi decepcionante. Provavelmente a chuva, a novela, entre outros "grandes" afazeres impossibilitaram o comparecimento. Por conta da chuva, Badaró poderia ter se recusado a comparecer, pois em seu plano original deveria estar na região não fosse o tempo. Mas como além de grande intelectual é pessoa de caráter, compareceu. E sua presumível platéia, que mora na cidade ou na região, não foi. Entre os que estiveram, por conta de aulas suspensas, a velha história de sempre: um entra e sai constante, conversas na entrada, entre outras práticas do gênero. Obrigado Badaró. Não só aprendi bastante, comprei o livro e mais do que nunca percebo nitidamente os diferenciais que tornam alguém bem sucedido em sua profissão.

3 comentários:

taiana disse...

não q eu queria me desculpa + eu trab e não tive como ir...e fiquei triste por não ter ido...rs

Samuelle disse...

Fico decepcionada com o fato de não tomar conhecimento desta apresentação assim como outros colegas, possivelmente, experimentaram o mesmo. Fui a UVA na 2ª de manhã, não tive aula e não tomei conhecimento do evento. Certa feita, fui a faculdade a noite sem qualquer compromisso e acabei descobrindo que haveria uma palestra com o Domingos Meirelles, assim como numa sexta-feira que não teve aula e no auditório aconteceu um encontro de culturas afro-brasileiras. A falta de divulgação por parte da UVA também é um fator a ser considerado. Quem tem interesse nesses eventos acaba sendo prejudicado.
Deixo aqui um certo protesto. Espero que me entenda João!

Patrick Gomes disse...

Se fosse um ex-bbb iria lotar!
Isso é lamentável! Mas é a dura realidade!

Péssimos médicos se formando, maus professores ganhando diploma em salgadinhos da Elma Chips "Compre um Fandandos e
ganhe um diploma online"!

Pois é... não sei no que pode dar essa grande falta de interesse do povo pelo que é trabalhoso e feito por pessoas competentes!