24 de jun de 2009

VELA VERMELHA

A vela vermelha crepita. E eu disse que ia acender um incenso. Mas a vela de aroma de rosa é mais adequada. Estudo. Compreendo cada vez mais os processos sociais e menos as pessoas. O estilo seco está de volta. Este ano teremos inverno de verdade e o presidente ainda vai dizer muita mentira nos palanques. Existe relação, quem sabe uma expiação coletiva: inverno e sandices. Uma boa noite a todos os que desconhecem o noticiário da televisão e vagam como sombras de cômodos.

Um comentário:

Aline disse...

Sua vela combina com meu chá, o calor de ambos leva a refletir...Minha alma é inverno o ano inteiro...
Entendo, lidar com os processos são mais fáceis, mas como deixar os atores de fora? Vou vagando pelos cômodos, a vela ilumina e o chá aquece...Ainda é noite de São João, nenhuma fogueira lá fora...então boa noite...