27 de abr de 2009

IRRITADO

É desnecessário frisar o papel da imprensa para o funcionamento das democracias - ou desse arremedo assim chamado, democracia. O jornalismo é um poder à parte e fundamental à conscientização, bem como ao entretenimento. Mas foi constrangedor ver o espetáculo mórbido em torno da ministra Dilma Roussef. A entrevista coletiva foi patética: "quantos centímetros tinha o tumor?"; ´"quais serão os efeitos do tratamento?"; "haverá trauma na corrida eleitoral?!" Não bastasse a avalanche de inconveniências, pior, eram repetidas - tenho inveja da paciência dos médicos. "O senhor ainda não disse quantos centímetros..." Sentenciou um comentarista político: "este é um fato novo na política brasileira". Outro: "será que o presidente continuará bancando a candidtada?"
De mau gosto igualmente o quadro "Dicas com Marcos Chiesa". Para justificar seu salário, o Bola tem que passar por uma série de torturas criadas pelo produtor do programa. Ontem, atendeu um ferro quente como se fosse telefone, deitou sob a pressão de um portão de garagem... Ora, francamente! Ele urra de do, enquanto o tal produtor gargalha. O programa Pânico é muito criativo e engraçado, mas teima em apelar para a baixaria de vez em quando.
A cerveja Cintra faz a apologia do politicamente incorreto em seus comerciais no rádio. Diz o refrão: "deixa de frescura e vai curtir sua Cintra gelada". No caso, a frescura é não querer comer gordura, preocupar-se com a data de validade do tira-gosto, trocar carne por frango e assim por diante. Só mesmo a verba publicitária para fazer com que a emissora feche os olhos a tal absurdo.
É. Estou irritado mesmo...

2 comentários:

Ludimila Bortone disse...

E com muita razão. A nossa irritabilidade é proporcional a quantidade de besteiras que rolam por aí...
Abraços Professor.

Aline disse...

Vivemos em um mundo de tecnologia avançada, globalizados...mas pra quê? Na era da televisão digital...a informação é alienante...A tv aberta não informa...deprime e deforma. Os telejornais são sistematizados. O controle remoto pode "passear" entre um canal e outro que somente a gravata do apresentador muda...E quantos tem acesso à tv à cabo? Os que tem assinatura...gatonet? Pânico, CQC, Malhação...E tantos mais com nomes de mulheres e assuntos sobre infidelidade, crimes hediondos, pedofilia...e haja lágrimas e apelo...e conteúdo e informação? Entende porque te peço tantos filmes?! Rsrsrs...bjão