14 de abr de 2009

DE ARREPIAR

A palestra foi excelente. Eu tinha perguntas a fazer, mas me contentei com uma pequena objeção. Dá prazer ver um profissional no auge de sua carreira - e com condições materiais de de desenvolvê-la. Hoje foi um dia produtivo, estou satisfeito. Conversei com meus jovens colegas de Ufrj sobre fenômenos que não possuem explicação racional. Bem, não lhes disse que tenho o apelido de Bruxo de Araruama. Coleciono histórias bizarras, não de propósito, elas surgem simplesmente - como o episódio das caveiras nas paredes, de arrepiar.
Agora, por exemplo. As coisas vão bem, mas tenho um estranho pressentimento. Algo intuitivo, um sexto sentido, um alerta para ter cuidado. Fiz os exames de sangue, os resultados foram satisfatórios, sei não. Espero que seja bobagem ou ansiedade provocada por excesso de ingestão de chocolates. Tendo em mente Confúcio, presto atenção nas pedrinhas... as avalanches começam nas pequenas coisas. O caminho do sábio se faz no detalhe.

Nenhum comentário: