12 de fev de 2009

O DEMÔNIO TEM NOME

Eu vi o demônio e ele tem nome. Otávio. A barba por fazer em rima com seus dentes pequenos e sujos. Ele tem uma vistosa barriga e sandálias de hospital - ou algo do gênero, feia. Não se poderia esperar clemência de alguém como ele, mas até que me pareceu um sujeito gentil. Bastante consciente em não ter consciência ou escrúpulo, pois no fim das contas tudo faz parte da misteriosa ordem do universo. Ele me contou de sua vida, bastante comum quando não está no inferno. Do seu neto, um capetinha - quase um pleonasmo - e sua nora infernal que come 3kg de queijo por semana. Falava e falava e eu sentia os ossos arrepiar de tanto frio: o aparelho era de 20000 BTU´s. A angústia se revezava com o pavor - eu passei horas delicadas da minha vida sob a tortura de sua voz arrastada. Por fim apertei sua mão e sorri confiante. A vida me ensinou a entrar e sair do inferno cada vez mais puro.

Um comentário:

Aline disse...

Será o demônio realmente? Os demônios se vestem para seduzir...nunca para aterrorizar...Acredito que possa ter sido um anjo, que desviou seus pensamentos da situação...Otávio...tenho um aluno com esse nome..."toca o terror" na escola...mas tem tantos problemas que no final fico com pena...força aí meu amigo...bjs