23 de jan de 2009

CHOQUE

Estou impressionado com a onda de demissões. Tal como as balas perdidas, o desemprego é algo que se tornou "natural" e ninguém se choca mais. A crise tem acirrado o problema e são alarmantes as perspectivas. A propósito de choque, acabei de assistir ao novo filme do Zé do Caixão, badaladíssimo pela crítica e... vou me abster de comentar; talvez se salve pela obstinação do Mojica e... sei lá, não gostei! E não obstante a crise, paguei de ipva e iptu aproximadamente R$ 1.400,00. Pagaria satisfeito, estivesse na Suécia ou na Dinamarca, mas a sensação de roubo, de dinheiro jogado fora - enfim, é revoltante. Voltando anteontem de Cabo Frio enfrentei buracos, trechos sem iluminação e ondas de águas represadas, o caos, um verdadeiro acinte àqueles que pagam tantos impostos. Ondas de demissões e ondas de águas pluviais! Com o nosso dinheiro os governantes fazem o que bem entendem e eu me refiro às três esferas de poder. Voltando aos choques, choca-me a falta de perplexidade, de revolta, de comentários veementes como se houvesse um estado de ataraxia nacional. Juros altos, desemprego, crise eterna, falta de perspectivas e... ninguém diz nada?

2 comentários:

Coral disse...

Hum...será que devo comentar este post hoje? Por favor não se mate!
Faço parte da onda de demições, como sabe. Há grandes chance de ficar deslojada em breve.
Perplexidade? Revolta? Comentários veementes? Acho que não.
Vi meus pais veementes a vidda toda. Não vi resultados práticos disso. Talvez meus resultados práticos sejam ainda piores, quem sabe...pelo menos meus filhos são seguros e felizes.
Realmente é preciso fazer algo, mas não acredito em ideais, nem em protestos, então, procuro ser correta, dar um bom exemplo, falar para eles o que penso, ensinar a lutar por seus direitos na escola...mas , quanto a meus direitos na justiça...não tive muito sucesso...então, é lamentável, patético, mas não acredito nela, e, envergonho-me disso,mas sou totalmente refratária e sem reação.
Argh, nota zero para mim. Nunca pensei que diria essa coisas, já fui tão bélica! Tão intensa!Tão...ovedeicr
Em Algum Lugar do Tempo.

Letícia disse...

dizer alguma coisa... dizer o que? alguém vai ouvir?